Após O Levantamento Dos Cadáveres

por

Após O Levantamento Dos Cadáveres

A mulher de 36 anos e não tinha denunciado por maus-tratos contra teu companheiro, um mosso d’esquadra) de quarenta e cinco anos, que estava em trâmites pra se desprender, segundo informaram à Efe fontes próximas ao caso. Segundo as referências consultadas, o casal estava em processo de separação.

A mulher não havia denunciado previamente ao provável autor do crime de maus-tratos nem sequer tinha recorrido ao serviço de atendimento especializado em brutalidade doméstica, que fornece a câmara Municipal de Sant Feliu de Llobregat, de acordo com as referências consultadas. A vítima, de nome Cristina, era muito popular na cidade, em razão de durante anos havia sido proprietário de um botequim achado ao lado da praça da câmara Municipal, contudo já o tinha trazido.

As duas criancinhas receberam assistência psicológica por parte de uma equipa de psicólogos do SEM e, logo após, ficaram a cargo de familiares. O crime aconteceu pouco antes das 8 da manhã, quando, provavalmente, o agente disparou contra tua mulher e depois se suicidou. Os pesquisadores tentam afirmar que o homem tem utilizado para o crime sua arma regulamentar, que não lhe tinham retirado já que ainda não havia superado o mês de baixa médica. Os protocolos policiais dos Mossos d’Esquadra) estabelecem uma etapa de um mês como limite para ter que entregar a arma de fogo em caso de baixa, seja qual for o fundamento.

de Acordo com as fontes consultadas, o mosso, que na sua actividade como agente tinha deixado mostra de seu feitio impulsivo, tinha entrado em um recurso depressivo por seus problemas emocionais. A Divisão de Investigação Criminal dos Mossos d’Esquadra) na Região Metropolitana Sul de Barcelona abriu uma investigação para tentar elucidar os fatos. Por tua parcela, o tribunal de instrução número 6 de Sant Feliu de Llobregat, em funções de guarda, abriu uma causa por esse crime, segundo informou o Tribunal Superior de Justiça da Catalunha (TSJC).

Depois do levantamento dos cadáveres, a causa, que foi declarada secreta, foi enviado ao tribunal de agressividade de Sant Feliu. SantFeliu decreta avui um dia de dol per la mort d’uma veïna presumptament per violència masclista. A câmara Municipal de Sant Feliu foi decretado um dia de luto, foi convocado um minuto de silêncio para o meio-dia e vai realizar um plenário extravagante a tarde para condenar este tipo de crime.

  • Quatro Reino Unido
  • Uma orquestra tocou “Young & Beautiful”, de Lana do Rey
  • Escola Ambrosio Praça
  • O que unge: seria Deus Pai
  • 2008: Greatest Hits
  • Bendita defeito (1968)
  • “Todos eles moram atualmente no decorrer e largo do estado” (sírio-libaneses). Sem fonte
  • câmara dos Deputados

Meia centena de moradores de Sant Feliu de Llobregat têm-se concentrado ao meio-dia dessa quinta-feira diante a câmara Municipal para participar no minuto de silêncio em memória de Cristina. Ao longo da concentração, o prefeito leu um manifesto em sinal de solidariedade pra com os familiares da mulher assassinada e foi guardado um minuto de silêncio em memória de Cristina. A câmara Municipal decretou 2 dias de luto oficial e esta quinta-feira, às 20 horas, realizará uma sessão extraordinária pra condenar os dados e pra apoiar os familiares da vítima.

logo depois, deu ao jornalista Leo Vanés, quem foi o teu agente de imprensa em seus primórdios, com o intuito de nortear a tua carreira artística. Com a orquestra de Oscar Toscano, em maio de 1962, gravou outro disco, onde apresentou “Brinca” e “Deixa-a, deixa-a”, com a colaboração de Dino Ramos.

Após estrear pela tv, pela cantina da nova guarda, pelo Canal 11, no início da década de 1960, tua irmã Rosário morreu atropelada por um automóvel aos 11 anos. O episódio deprimió muito Ortega, fazendo com que suas apresentações com focos alegres contraditórias sua imagem sóbria. Desde assim, se lhe atribuiu o codinome Do fedelho lastimoso das canções alegres. Em fins de 1962, foi integrado ao Clube do Clã, transmitido pelo Canal 13, onde tua música mais popular foi “Desalinhados”, de Chico Novarro.

Sobre o Autor

administrator