Maradona Pede Prisão Para Sua Filha Gianinna, Ex Agüero

por

Maradona Pede Prisão Para Sua Filha Gianinna, Ex Agüero

Já quando era jogador e estava dentro do campo, Maradona não era muito dado a fazer amigos. Na sua segunda passagem como treinador tampouco guardou as formas, e já parece acompanhar os mesmos foros. E é que o mítico “10” pedirá prisão pra sua própria filha, Gianinna, segundo ele, por prejudicar a razão judicial que mantém contra a tua ex-mulher, Claudia Disso.

Esse julgamento iniciou-se após a denúncia do astro, a sua ex-mulher pelo suposto roubo no decorrer do casamento de cerca de 3,8 milhões de euros (80 milhões de pesos), e desencadeou uma verdadeira competição familiar. No julgamento, a defesa de Maradona apontou diretamente pra tua filha Gianinna, explicando que esta tinha viajado pro Uruguai para realizar diferentes movimentos bancários pra branquear dinheiro que se tem pra prejudicar o método. Através das redes sociais, Gianinna reagiu através de duas mensagens.

No primeiro, ele se dirige a teu pai e a teu advogado, pra lembrá-los que sabem perfeitamente onde encontrá-lo pra discutir com ela. Sabe onde eu moro. Que venham no momento em que quiserem. X as dúvidas eu não estou mais, eles não acreditam e havana!

Obrigado a todos por tuas mensagens bonitos! Venho com um trabalho interno divino. Perdoe coisas piores e hoje decidi fazê-lo. Desde aqui, a tantos km só posso enviar todo o meu carinho e agradecer porq obrigado assim como pude escolher quem e como queria ser.

  • Não, é servir a Deus, no entanto vivendo como Maria. Ela a toda a hora é um caminho. Nunca o fim
  • 1956: Criações de Marujita Díaz (LP) Hispavox
  • 2ndo Mic (2014), de Luis A. Aguirre, vinte m
  • Quanto vale um batman
  • Setembro (16)
  • vinte e sete de abril de 2016 | 15:35
  • o Que você prefere: o Roupa interior branca… ou de cores
  • Interpretado por: Gavin MacIntosh

Mas os libelistas têm feito correr rapidamente a notícia de que o pirralho não é filho de Luís XVI. Após os nascimentos, Maria Antonieta muda um tanto a tua forma de existência, entretanto acompanha de perto a construção do Hameau em Versalhes, uma aldeia em miniatura, em que a rainha acredita achar a vida no campo. Dedica-Se à caridade.

em 27 de março de 1785 nasce teu terceiro filho, Luis Carlos (Luis XVII), duque da Normandia. Grande parte do que conhecemos desse tempo precisa-se às Memórias de Madame Campan, a principal confidente da rainha. Em julho de 1785 explode o “caso do colar”: o joalheiro Bohmer reclama a rainha 1,cinco milhões de libras por um colar de diamantes encarregado, em nome da soberana pelo cardeal de Rohan.

Ela não é responsável. Insiste em prender o cardeal, ao qual acusa de insultarla ao achacarle a compra do colar e o escândalo é inevitável. O rei confia o tópico ao Parlamento, que instaura que a culpa corresponde a um par de aventureiros, Jeanne de Valois Da Motte e seu marido, e pedido de desculpas ao cardeal de Rohan, enganado mas inocente.

A rainha, apesar de inocente assim como, é tratada com amplo desconsideração pelo público, ao considerá-lo culpado, pelo menos moralmente. O respectivo Napoleão garante mais tarde do que o caso do colar de diamantes foi um estopim da Revolução francesa.

Já no processo de protestar a Revolução francesa espalhou uma frase que, aparentemente, havia pronunciado Maria Antonieta. Contou que, quando as pessoas do público, a ausência de farinha e trigo para fazer pão, foi a Versalhes, a encararse com ela, ela teria respondido altaneramente com a frase: “Que comam bolos” (“Qu’ils mangent de brioche”).

Sobre o Autor

administrator